16.1.07

O verdadeiro íntimo

Vocês conhecem o Pierre? Magro, alto, piercing no mamilo esquerdo, cavanhaque ralo, Brother... isso, com B maiúsculo, de Big Brother. Me peguei falando nele como se fosse um íntimo, um amigo, um vizinho de porta. Ontem mesmo liguei para um grande amigo, verdadeiro íntimo. Gian Calvi, o homem com sorriso mais Colgate do mundo, me responde do outro lado da linha: “Meu camarada, quanto tempo”. Quase um mês sem nos falarmos e ele me atende com sorriso de anjo.

Conheci Pierre na madrugada de sábado. Uma tentativa de checar os emails, após sair da sessão de meia-noite do Arteplex Botafogo, selou meu destino pelas próximas três horas. Fui bombardeado por ilustres desconhecidos: Fani (como funny, do inglês, ou faniquito, do português mesmo), um híbrido de Bruna Surfistinha com Nestor Kirchner de Nova Iguaçu, se atracou com o alemão Diego, que estava a fim de Irislene (sic), uma interiorana diretamente de Uberlândia para uma latinha de cerveja em algum canto da mansão BBB. Em outro, estava Pierre.

O vi pela primeira vez nos momentos finais da festa Vamp, ao vivo e em tela inteira de plasma do computador. Esparramado na cama, acompanhei Bruno, Liane, Daniel, Analy, Flávia Ayrton etc etc... tipos ordinários como você e eu. Só peguei no sono quando terminou a festa (ou seja, após sessões privadas de vômito dos BBs). Mas eis que, ao ligar a TV na noite seguinte, lá estava ele, Pierre, a quem tratei com a maior intimidade.

Pierre, fã de Cazuza e Tati Quebra-Barraco, é até um rapaz bonitão. Aliás, como 95% dos Brothers atuais. Gente feia não entra na casa do Boninho. O boato que corre é que os feios, que coincidiam de ser também bem pobrinhos, vinham levando as últimas edições do reality. Vejam. Cida, do BB4, era babá. Mara, do BB6, auxiliar de enfermagem na Bahia e lavadeira de roupas oficial da casa. No BB5, deu Jean. Intelectual e homossexual premiado? Ora bolas, e ainda dizem que no Brasil justiça não é feita.

Aparentemente, as duas “qualidades” - pobre e feio -, indesejáveis até para o filho do vizinho, valiam aos Brothers a simpatia imediata do público, tornando as últimas edições do BB um jogo de cartas marcadas.

Para salvar o reality show do marasmo e somar preciosos pontos do Ibope, tomaram outra providência condenável: Arrancaram-nos o direito de mentir. Ou melhor, de mentirem para a gente. Instalaram um detector de mentiras no confessionário. Um ultraje! Não há mais segredos entre o Brother e o espectador. Ele não nos engana mais.

Com a mentira foi-se também o mistério do sorriso maroto, a dúvida da voz trêmula, o suor frio mudará de temperatura. Enfim, foi-se a graça.

Imaginem se a moda pega. O recurso será utilizado em salas de aula, elevadores, áreas de não-fumantes dos maiores escritórios do país, no pescoço do Maluf. Onde for possível instalar uma câmera e um detector de mentiras, a fofoca não estará.

O ser humano é o único ser que mente. Não se vê um casal de pombos na Cinelândia desviando uma porção de milho para dar de comer às suas rolinhas famintas. O tigre, o leão, o sapo, o boi, a foca hão de ser o que são eternamente. Tudo bem que tem muito camaleão desfilando de colarinho branco por aí. Mas são poucos os animais que se falsificam. Ou alguém já viu escândalo do mensalão entre os lêmures de Madagascar? Me pergunto como seria um Valerioduto canino.


-Querido, o Rex voltou a fazer buracos no jardim.

-Não se preocupa amor, é que os abrigos do canil entraram em obra e o Rex precisa de um lugar para esconder os fundos da licitação.

Não sei se me entendem. Mas para os humanos, acabar com a mentira é aflorar um pouco de seu instinto animal. A mentira é o último recurso da verdade.

Essas últimas linhas são escritas enquanto Bial comanda o “paredão” de domingo. Torço para que Pierre não seja eliminado. Odeio perder um amigo.



Leiam também o
Blog do Pierre, quase com o mesmo número de acessos que o meu, óbvio. Para um perfil dos demais participantes, romances, fofocas e afins, visite o site oficial do BBB.

1 Comments:

Blogger Julieta said...

eu não conheço o Pierre mas a sua descrição do Gian bate com a minha.

17:03  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home